BLOG DA VANDA

Crie glitters aqui!

Bem-Vindos!

barrinha zipper

Barrinha MaynaBaby

PENSAMENTO DA SEMANA:

PENSAMENTO DA SEMANA:

PENSAMENTO DA SEMANA:

PENSAMENTO DA SEMANA:
A NEVE E AS TEMPESTADES MATAM AS FLORES, MAS NADA PODEM CONTRA AS SEMENTES. (K. Gibran)

Total de visualizações de página

Pesquisar neste blog

SlideShow

Crie glitters aqui!

obrigada pela visita


Click here for Myspace Layouts

** MEUS VÍDEOS NO YT **

MEUS POEMAS VIDEOLOG

MEUS POEMAS VIDEOLOG
Poemas de Vanda de Freitas Bezerra

* VÍDEOS HOMENAGEM *

* POEMAS DE AMIGOS *

PREFACIO.NET (Literatura)

**** MEUS POEMAS ****

**** MEUS POEMAS ****

quarta-feira, 15 de junho de 2011

TRISTES VERSOS

TRISTES VERSOS

Poema escrito por
Vanda de Freitas Bezerra

Eu choro em versos
Minha desdita
E angustiada
Minh’alma grita.

Passo horas
De meu degredo
Fazendo versos
De amor e medo.

Lembranças fluem
Com liberdade
E triste choro
Minha saudade.

Caminho trôpega
Pela existência
Fazendo versos
Com indiferença.

E se ouço a voz
Da consciência
Sufoco os versos
Com violência.

Triste sou
Por excelência
E explico em versos
Mas sem ciência.

Que o meu martírio
Meu amargor
É contar em versos
A minha dor.

domingo, 5 de junho de 2011

VOCÊ, O AMOR E EU

Poema escrito por
Vanda de Freitas Bezerra

Ó alma minha que vagueia
Por entre os sóis do infinito
Onde o céu é mais bonito
Sob o olhar do Eterno.

Cantando, segue no horizonte,
Em busca de paz e esperança
Alma livre, de criança
Beija o céu, o mar a fonte.

Da aurora à noite escura
Sem tristeza ou amargura
Dia lindo, amanheceu.

Nos lábios, doce sorriso
No coração impreciso:
Você, o Amor e eu.